sexta-feira, 12 de novembro de 2010

A borda do espelho

TÍTULO ORIGINAL: Mirror's Edge
PUBLICAÇÃO: Entre Dezembro de 2008 e Abril de 2009
ARTE: Matthew Dow Smith
ROTEIRO: Rhianna Pratchett
EDITORA: Wildstorm
SINOPSE: Numa cidade onde toda informação é controlada, os corredores são o único meio seguro de trocar mensagens sem ser monitorado.
FORMATO: JPEG
IDIOMA: Inglês

Não é sempre que uma história em quadrinhos (ou um filme) baseada em um jogo de videogame é realmente boa. O quadrinho de Mirror's Edge é uma prova que existe esse tipo de exceção. Contando a origem da protagonista do jogo, Faith Connors, o quadrinho expande o universo do jogo de uma forma incrível. Seus personagens não parecem forçados e, apesar de curta, a história consegue entreter e surpreender ao mesmo tempo.

Para quem não jogou o jogo, sua história se passa num futuro próximo, em uma cidade provavelmente nos Estados Unidos, que está perdendo sua identidade, passando por um processo violento de padronização. Motivando esse processo, está a prefeita Callaghan, que impõe um regime de controle total da troca de informações. Para burlar esse controle, surgem os corredores, profissionais treinados em parkour para atravessar a cidade sem serem vistos e entregar os mais diversos tipos de pacotes. Faith é uma garota cuja mãe morreu em um protesto há alguns anos atrás, e fugiu de casa por causa da ausência do pai. Ela encontra o ex-corredor Merc, e ele a treina no ramo.

A arte de Dow Smith não é das mais detalhadas, mas isso é uma vantagem, pois as cores conseguem simular o ambiente mostrado no jogo com perfeição. A cidade, assim como no material de origem, é clara e única, apesar de continuar parecendo fria e inóspita.

Apesar de ser mais recomendado para quem já é fã da série, a história do quadrinho pode ser apreciada por qualquer um. Não contém nenhuma grande lição ou elementos verdadeiramente inovadores, mas é bem escrita e muito interessante. Boa leitura!

LINK: Mirror's Edge 1-6

Nenhum comentário:

Postar um comentário